Censo Coworking Brasil 2018


ESPAÇOS COWORKERS

Um estudo inédito que pela primeira vez constrói o perfil dos coworkers brasileiros.

Quem é o coworker brasileiro

Pela primeira vez o Censo Coworking Brasil levanta não só o perfil dos espaços de coworking, mas também mapeia as principais características do público que frequenta estes espaços.

Este material responde perguntas importantes: quem são eles, o que eles consideram importante e principalmente, como frequentar um espaço de coworking influência suas vidas.

O estudo foi realizado com frequentadores de espaços de coworking, e contou com 578 participantes de todo o Brasil.

214 mil

Pessoas circulando

Este é o número estimado de pessoas que mensalmente frequentam um espaço de coworking no país.

Seja em uma estação de trabalho, participando de reuniões, ou mesmo frequentando eventos realizados no espaço.

Neste projeto nós focamos em conversar com quem utiliza os espaços de coworking como seu local de trabalho, frequentando ao menos uma vez ao mês um espaço do tipo. Seja ele um profissional autônomo ou funcionário de uma empresa sediada no local.

33

IDADE MÉDIA DOS COWORKERS

18

IDADE MÍNIMA ENCONTRADA

60

IDADE MÁXIMA ENCONTRADA
Qual gênero se?
identifica?

50% Homen

49% Mulheres

1% outros gêneros

Possui filhos?

65% Não

35% sim

Frequência que viaja para fora do Brasil?

59% Não costuma viajar

34% Viaja anualmente

7% Viaja mais de uma vez/ano

Qual a
escolaridade?

41% Pós-graduado

38% Superior completo

18% superior incompleto

Qual o perfil
profissional?

43% Proprietário de empresa

31% Profissional independente

26% Funcionário de uma empresa

Qual o tamanho da
empresa?

36% Uma pessoa

34% Até 5 pessoas

12% Entre 5 e 10 pessoas

Qual a maturidade do
negócio?

39% Esta iniciando

30% Passou da fase inicial e esta indo bem

19% Maduro e estável

Qual o segmento de
atuação?

27% Administração e Serviços

22% Comunicação e informação

13% Artes e design

Profissionais independentes e funcionários:
Qual o faturamento mensal?


Até 3 mil reais (43%)
Entre 3 e 5 mil reais (22%)
Entre 5 e 7 mil reais (8%)
Entre 7 e 10 mil reais (8%)
Entre 10 e 15 mil reais (6%)
Acima de 15 mil reais (13%)
Empresas:
Qual o faturamento mensal?


Até 5 mil reais (37%)
Entre 5 e 15 mil reais (32%)
Entre 15 e 30 mil reais (11%)
Entre 30 e 50 mil reais (11%)
Entre 50 e 200 mil reais (7%)
Acima de 200 mil reais (3%)

Rotina no coworking & comunidade

O principal ativo de qualquer espaço de coworking é a comunidade que ele constrói, e quanto consegue engajar seus coworkers nela.

Descobrimos que recomendações de amigos são um grande atrativo para atrair novos membros, e que localização é o principal ponto que eles levam em consideração na hora de escolher o espaço. Preço foi citado apenas em 4º lugar.

Quase metade dos coworkers trabalhava em home-office antes de migrar para o espaço, e ainda assim, 22% deles continuam almoçando em casa. 27 minutos é o tempo médio de deslocamento entre casa e coworking, e 8% dos coworkers conseguiram convencer seus empregadores a financiar seu espaço de trabalho, mesmo quando a ideia não partiu da empresa.

Qual o tipo de estação de trabalho que utiliza?

36% Mesas rotativas

29% Mesas fixas

28% Sala privada

Por que escolheu este coworking?

29% Localização

18% Estrutura física

15% Possibilidade de networking

Onde trabalhava antes deste coworking?

46% em casa

37% em escritório tradicional

9% Em outro espaço de coworking

Como conheceu este coworking?

25% Indicação de amigos

25% Pesquisando no Google

15% A empresa já estava aqui

Quais os serviços mais importantes em um espaço de coworking? (de 1 a 5)

Qualidade da internet 4.7
Sala de Reuniões 4.4
Espaço de convivência 4.3
Copa/cozinha 4.1
Área ao ar livre 3.8
Eventos organizados no local 3.8
Acesso 24h 3.5
Impressora 3.5
Estacionamento facilitado 3.5
Armário privado (Locker) 3.4
Endereço de correspondência 3.4
Endereço fiscal 3.1
Serviço de secretariado 2.8
Ponto de telefone fixo 2.4

9 Meses

É A MÉDIA DE TEMPO NO COWORKING ATUAL

12 nomes

DE COLEGAS EM MÉDIA SÃO LEMBRADOS PELOS COWORKERS

27min

É O TEMPO MÉDIO DE DESLOCAMENTO ENTRE CASA E COWORKING
Qual a frequência que frequenta o espaço?

37% diariamente

34% de 3 a 5x na semana

20% 1 ou 2x na semana

Quem decidiu mudar para um coworking?

79% Eu decidi

21% Meu empregador

Quem paga pelo uso do coworking?

72% Eu pago

27% Meu empregador paga

2% Divide com o empregador

Como avalia o preço pago pelo coworking?

78% Justo

17% Muito caro

5% Barato

42%

CONSIDERAM QUE EXISTEM POUCOS ESPAÇOS NA SUA CIDADE

8%

DECIDIRAM POR SI MUDAR PARA UM COWORKING E CONVENCERAM O EMPREGADOR A PAGAR
Como vai ao coworking?
Carro próprio (42%)
Transporte público (30%)
Caminhando (12%)
Onde costuma almoçar?
Em local próximo (46%)
No coworking (31%)
Em casa (22%)

COMO CONSIDERA A SUA RELAÇÃO COM OS ADMINISTRADORES DO ESPAÇO?


46% Conheço os administradores e eventualmente conversamos
28% Sou apenas outro cliente
27% Posso considera-los meus amigos

Influência na vida pessoal

Um dos pontos que estávamos mais interessados era entender como migrar para um espaço de trabalho compartilhado influencia a vida das pessoas no dia a dia.

Os profissionais foram questionados sobre como certos aspectos de sua vida mudaram desde que passaram a frequentar um coworking. Mais de 60% indicaram melhora na sua saúde, vida social, networking profissional, organização pessoal e produtividade no trabalho.

Além disso, praticamente um em cada três coworkers já foram contratados ou contrataram algum outro colega que conheceu no espaço para participar de um projeto em conjunto. E a imensa maioria garante já ter aprendido um novo conhecimento desde que começou a frequentar o espaço de coworking.

Saúde e disposição geral

29% Melhorou muito

33% melhorou

38% Não mudou

Sua vida social?

31% Melhorou muito

36% Melhorou

31% Não mudou

Sua renda mensal

13% Melhorou muito

30% Melhorou

52% Não mudou

Seu Networking profissional

35% Melhorou muito

37% Melhorou

27% Não mudou

Relacionamento com a sua familia

17% Melhorou muito

20% melhorou

59% Não mudou

Sua organização pessoal

28% Melhorou muito

35% Melhorou

35% Não mudou

Sua produtividade no trabalho

42% Melhorou muito

35% Melhorou

20% Não mudou

33%

JÁ FORAM CONTRATADOS PARA UM PROJETO POR ALGUÉM QUE CONHECEU NO ESPAÇO.

29%

JÁ CONTRATOU UM COLEGA QUE CONHECEU NO ESPAÇO PARA EXECUTAR ALGUM PROJETO

73%

DIZEM QUE JÁ APREDNERAM ALGO NOVO COM ALGUÉM QUE CONHECEU NO COWORKING

66%

NÃO TROCARIAM O COWORKING POR UM ESCRITÓRIO TRADICIONALMESMO QUE SEJA POR UM CUSTO IGUAL

99.8%

DOS ENTREVISTADOS RECOMENDARIAM PARA UM AMIGO EXPERIEMNTAR TRABALHAR DE UM ESPAÇO DE COWORKING.

Por favor, note que este estudo foi realizado dentro de espaços de coworking, ou seja, quem possívelmente não se adaptou não estava presente para contribuir. Ainda assim, perceba também que neste grupo estão inclusos os 21% de pessoas que não tiveram opção, pois seu empregador já estava no coworking. O questionário também era anônimo. ;)

Das quase 600 pessoas que conversamos, apenas 2 pessoas responderam "não" para esta pergunta.



















Acesse o estudo detalhado

Nós produzimos uma versão interativa deste estudo, em que você pode aplicar filtros regionais e identificar um perfil específico de negócio, além de conhecer outros dados inéditos.


















Quem contribuiu para este estudo

Do público que participou desta pesquisa, 79% tomou a decisão sozinho de mudar para um coworking e 21% foi decisão do seu empregador.

Além de todos eles, este projeto recebeu o apoio de dezenas de empresas incríveis, as quais acreditam que os ambientes de coworking são verdadeiros espaços de desenvolvimento pessoal e profissional e precisam ser incentivados.

E ainda não acabou! Estas marcas lindas também estão com a gente:

Nós temos um orgulho enorme de todas as marcas que estão com a gente neste projeto. São empresas que realmente acreditam em inovação e empreendedorismo, querendo ver esse mercado se desenvolver cada vez mais.

Sobre a nossa metodologia

Se você possui um espaço de trabalho compartilhado, adicione seu espaço ao nosso mapa e seja encontrado por todo um novo público.

Saiba mais
Versão para impressão

Você pode baixar um arquivo em PDF com a versão para impressão do estudo.

Baixar PDF
Direitos de uso dos dados

Você pode usar qualquer dado deste estudo de forma livre, gratuíta e para qualquer fim, inclusive comercial, desde que sempre adicione um link para a fonte original do estudo.

Como citar o estudo.
Conheça os estudos anteriores

O Censo está na sua quarta edição, e você pode conhecer os estudos anteriores abaixo:

Censo Coworking Brasil 2017 Censo Coworking Brasil 2016 Censo Coworking Brasil 2015
Coworking Brasil
Este estudo foi produzido pelo Coworking Brasil