Coworking na prática: a importância de boas fotos

Potencialize a divulgação do seu espaço com imagens de qualidade.

Imagem Coworking na prática: a importância de boas fotos

Seguindo a nossa série Coworking na prática, que visa ajudar quem deseja montar um espaço compartilhado ou mesmo melhorar um espaço já existente, hoje o assunto por aqui é a importância de boas fotos na divulgação do seu coworking.

Pessoas são seres visuais. Nós somos naturalmente atraídos por imagens bonitas e interessantes. Várias indústrias já perceberam isso. Restaurantes trabalham cada mínimo detalhe dos seus pratos para os clientes “sentirem” o sabor enquanto analisam o menu. No turismo, imagens de belas praias ou montanhas ajudam os viajantes a deslumbrar as experiências que viverão nas férias incríveis.

Para o nosso mercado não é diferente. Quando um visitante analisa as opções de espaços no seu bairro, uma das primeiras coisas que atrai sua atenção é uma imagem bonita. Essa foto precisa transmitir os valores que ele busca naquele espaço. O coworker deve ser capaz de se imaginar frequentando seu espaço, trabalhando nas suas mesas, conhecendo a sua comunidade. Se isso não acontece, ele nem terá o trabalho de ir visitar você ou irá priorizar os outros espaços.

Restaurantes trabalham cada detalhe dos seus pratos para os clientes “sentirem” o sabor enquanto analisam o menu. Para o nosso mercado não é diferente.

Em uma época em que todos somos um pouco fotógrafos, por conta de facilitadores como as câmeras do celular e filtros milagrosos de aplicativos como o Instagram, o mínimo que um potencial cliente espera ao visitar o site de um coworking é ver bons registros de imagem para conhecer e compreender um pouco mais a estrutura que está sendo oferecida. Lembre-se: o que é bom aos olhos do potencial coworker, é bom para a taxa de conversão do seu espaço.

Mas entre ter uma câmera e saber tirar boas fotos moram muitos detalhes, e por isso chamamos o Ricardo Wolf, um fotógrafo especializado em imagens de interiores e fachadas de projetos arquitetônicos há quase 10 anos atuando nesse nicho, para dar alguns conselhos valiosos para quem deseja melhorar sua divulgação a partir do apelo visual.

Orgânico Coworking: faça fotos que mostrem o espaço completo.

Transmita a realidade do seu coworking

Você passou meses pensando em toda a estrutura que colocaria em prática e, quando finalmente está tudo pronto e impecável, você pega o celular e faz meia dúzia de registros de qualquer jeito para postar no seu site ou fanpage? Será mesmo que essa é a impressão que você quer passar?

Como explica Wolf, transmitir a realidade do coworking vai depender muito também da ajuda dos responsáveis pelo local, que são as pessoas que mais compreendem o conceito a ser mostrado. “São eles que vão dizer o que querem passar com as fotos. Um fotógrafo de arquitetura de ambientes com algum tempo de mercado já tem acesso a guides de fotografias de marcas que trabalham o branding de forma séria. Então, com essa bagagem utilizamos as informações passadas pelos clientes para captar as melhores imagens”, resume ele.

The Brain Coworking: um espaço compartilhado é feito de pessoas e encontros, então mostre!

Como preparar o ambiente para ser fotografado

Assim como você deve fazer um estudo dos pontos que deseja destacar, é preciso também colocar ordem na casa, literalmente, para o dia que for fazer os registros. O ideal é fotografar alguns espaços com coworkers trabalhando e outros vazios para mostrar todos os detalhes.

Se as pessoas estiverem em suas estações de trabalho, avise-as com antecedência e certifique-se de que elas não se incomodam em ser fotografadas. Se você pretende fazer as fotos em um final de semana ou antes do horário de expediente, coloque tudo no lugar e deixe tudo limpo e organizado, passando exatamente a mensagem que você deseja.

Para as fotos da recepção, o ideal é que a pessoa que trabalha ali esteja nas imagens, para mostrar como é no dia a dia do coworking. Para os ambientes de descontração também é possível “encenar” momentos de lazer, como um bate-papo entre coworkers no jardim ou duas pessoas se divertindo na sala de games.

Ah, se o seu coworking ainda não foi inaugurado, é válido chamar alguns amigos para conhecer o espaço e tomar um café da manhã enquanto eles te ajudam a fazer as fotos. Eles podem ser posicionados em ação nas estações de trabalho, salas de reunião e demais ambientes a serem mostrados.

S7 Coworking: organize os ambientes antes de fazer as fotos.

Pense nos aspectos técnicos

“A fotografia de ambientes, no caso um coworking, deve buscar a condição da visão humana. Utilize lentes que não distorçam as perspectivas aumentando ou diminuindo o local. Sempre mostre a verdade”, explica Ricardo.

Antes de sair fotografando, estude bem quais são os melhores ângulos dos espaços e anote todas as possibilidades. Observe cada ambiente de todos os cantos e de diversas alturas para posicionar a câmera. Na dúvida, faça muitos cliques e depois decida pelos melhores.

Se for possível, deixe a luz natural entrar, mas caso o cômodo seja muito escuro ou fechado, providencie uma iluminação artificial para o dia da sessão de fotos. Você pode fazer uso de um tripé para ir regulando e demarcando os melhores enquadramentos e para achar a luz ideal.

Tome muito cuidado com o uso do flash. Se possível, não utilize essa ferramenta, pois ela pode acabar causando reflexos indesejados, além de escurecer os cantos e clarear apenas o centro da foto, proporcionando um efeito estranho.

O vídeo abaixo mostra, na prática, algumas dicas para produzir fotos com maior qualidade. Ele foi feito pensando em casas e apartamentos anunciados no Airbnb, mas tem vários toques que podem ser aproveitados também para os coworkings.

Após as fotos feitas, é preciso tratá-las em uma ferramenta de edição, como por exemplo o Photoshop. Analise se é preciso clarear, regular contrastes ou melhorar as cores.

Quando for subir as fotos no seu site ou fanpage, coloque-as em uma qualidade suficiente – nunca use uma resolução abaixo de 600 x 600. Não faça o upload de imagens pequenas e que possam ficar pixeladas, portanto, certifique-se de que elas têm, no mínimo, mais de 250 KB.

Para o Facebook, utilize o formato PNG ao invés de JPEG, que é um formato um pouco mais pesado, mas que garante a qualidade e nitidez da imagem.

As fotos do seu espaço podem conquistar ou afastar clientes

Muito por conta das redes sociais, que possuem um peso visual muito grande, as fotos que você fez para divulgar seu espaço são uma publicidade muito publicidade poderosa, seja para o bem ou para o mal.

“A pessoa quando visita uma fanpage, site, Instagram ou qualquer mídia de um coworking tem um expectativa alta, pois a cada dia nós todos estamos com os olhos mais treinados. Uma foto feita de qualquer forma, além de não ajudar em transmitir a verdade daquele local, vai depreciar o ambiente. Uma foto pode acabar transformando um aspecto positivo em negativo com um pequeno deslize”, afirma o fotógrafo Ricardo.

Então, tente sempre se colocar no lugar de um potencial coworker. As fotos do seu site estão satisfatórias? Você iria até esse lugar para conhecer ou nem perderia seu tempo? O que aparece de mais interessante nas suas imagens? O que difere o seu espaço dos demais?

Terracota Coworking: use a luz natural como aliada na hora de fotografar (foto: Ricardo Lima)

Como destaca Ricardo, a internet e o uso cada vez mais intenso dos smarthphones faz crescer as exigências e a importância da fotografia como meio de divulgação. Portanto, pense bem como você está mostrando o seu espaço para o mundo.

Na dúvida, contrate um profissional para te auxiliar, certamente esse será um investimento com retornos muito positivos. Mesmo que você não tenha verba para chamar um fotógrafo profissional, procure ao menos um estudante da área. Ele pode até ser menos experiente, mas mesmo um fotógrafo amador terá mais noção de luz/enquadramento/composição do que alguém que nunca estudou fotografia antes.

Aqui neste link você pode conferir o portfólio do Ricardo caso queira fazer fotos memóraveis do seu coworking.

 

P.S.: que conferir os outros posts da série Coworking na Prática? Já falamos sobre infraestrutura de TI (clica aqui para conferir!) e também sobre endereço fiscal e endereço comercial (neste post aqui).

267

Espaços de Coworking conhecidos
em São Paulo

Alterar região ↺

Experimente trazer a sua empresa para um ambiente
mais inspirador, ágil e flexível.

Conheça todos espaços em São Paulo Eu não estou em São Paulo ↺