Como saber se está na hora de você abrir sua empresa própria?

Existe um momento ideal para deixar a vida de CLT de lado e finalmente se jogar de cabeça no empreendedorismo? Como saber se você está pronto?

Imagem Como saber se está na hora de você abrir sua empresa própria?

Quem faz parte dessa geração inquieta, que nem sempre sabe exatamente o que quer, mas mesmo assim corre atrás para alcançar, sabe como é quando chega aquela coceirinha que nos faz questionar se estamos indo para a direção certa.

Nem sempre podemos resolver aquele problema de família, nem sempre sabemos as soluções perfeitas para um relacionamento amoroso, mas quando se fala de carreira somos nós que devemos estar no comando. Precisamos saber aonde estamos indo. E se você já passou da fase das inseguranças de início de carreira, em que tudo o que você queria era fortalecer seu currículo e fazer seu nome, talvez agora seja hora de dar um passo maior.

Mas como saber se está na hora de ter minha empresa própria? Sim, essa é uma pergunta sem fórmulas prontas para responder. Então vamos observar alguns sinais de que está na hora de mudar:

Tudo, ou quase tudo, te incomoda no seu emprego atual

Não adianta trocar de setor, de empresa e nem de área. A cada reunião você se desentende com seu chefe ou então engole tudo e volta pra casa decepcionado. Se a sensação de que tudo parece ser um empecilho para manter um relacionamento saudável com seu atual emprego é permanente, talvez seja hora de tentar compreender se o empecilho não é você. Será que não é você, lá no seu subconsciente, que decidiu que seu trabalho não é mais bom o suficiente? Será que você não está se boicotando para que você tome logo coragem para seguir com um negócio próprio?

Você não aceita ser minimizado

Veja bem, ninguém deve aceitar ser minimizado. Nunca! Nem quando você é estagiário nem quando você já é chefe do seu setor. O que queremos dizer aqui é que você não aceita mais viver na sombra de algum superior, que você não aceita mais ser “apenas” a opinião de um funcionário, que você muitas vezes sabe mais do que o seu chefe e mesmo assim não é ouvido. É natural que isso aconteça com o passar do tempo em uma empresa, principalmente se um ser inquieto vive dentro de você.

Você aprendeu a ser líder

Nem tudo na vida se nasce sabendo, nem vem enraizado na gente. Tem coisas que se aprende, com técnica, teoria e muito tropeço pelo caminho. E liderança também pode ser assim! Claro, quem tem aquele sentimento natural pode ter vantagens, mas ser um bom líder não é apenas achar que pode ser um bom líder. É preciso mostrar que pode, sem ser arrogante, e mostrar que tem conteúdo para o cargo, que você não chegou ali por acaso. Quando se tem uma empresa própria, mesmo que você fique com o cargo mais burocrático do mundo, tem horas que não há como fugir da liderança, então esteja pleno da sua autoridade.

Você não tem medo de arriscar

Aliás, você quer arriscar. Você quer sentir o frio na barriga de ser o responsável por um grande projeto. Você não vê a hora de ter seus próprios clientes, de ter que arcar com as consequências de qualquer erro que possa cometer (ou que seus colaboradores possam cometer). Já pensou nesse lado também? Porque, principalmente no início, existem sempre mais contras do que prós, constantemente querendo que você desista do seu sonho de ser empreendedor.

Mas isso é parte do desafio, e você terá que aprender a conviver com isso.

empresa própria 1

Você domina o seu trabalho

Você já esgotou todo os cargos: júnior, assistente, pleno, sênior e todos os rótulos possíveis. Não há o que você não domine na sua área ou, pelo menos, que você tenha noção – porque também não dá para achar que você vai ser uma empresa de um só homem.

Às vezes é possível, mas nem sempre tem como dar conta de prestar o serviço que você oferece, fazer a administração da agenda, o atendimento aos clientes, a contabilidade e todas as burocracias do dia a dia. Domine o seu trabalho, esse é um ponto de partida importantíssimo. Depois você vai se armando de parceiros que possam auxiliar nas outras demandas que forem aparecendo.

Você tem um bom leque de contatos

Independente da sua área de trabalho, ter bons contatos e se relacionar bem com possíveis parceiros e clientes é essencial. Enquanto você não tem plena certeza se vai passar de empregado a empregador, certifique-se de que você tem uma agenda cheia de números de telefone e e-mails, mas não só isso, de que você realmente representa algo para cada um desses contatos. Seja relevante, seja alguém que as pessoas se lembrem e usem como referência. Assim, vai ficar bem mais fácil ser indicado para os outros quando você trabalhar por conta própria.

É claro que esses são apenas alguns dos sintomas que podem indicar que está na hora de ter a sua própria empresa. Se você sente os seis e mais alguns tantos, parabéns, você está no caminho certo!

E já que tudo indica a direção do empreendedorismo, o próximo passo é correr atrás do conhecimento necessário para começar um negócio próprio. Sabe como é, nessas horas, todas as dicas e conselhos de quem já vivenciou essa fase são extremamente bem-vindas.

Por isso, vamos dividir um pouco do conteúdo dos nossos colaboradores com você. Direito, contabilidade, marketing e outros tantos são os pontos que você precisa estar por dentro ao iniciar sua carreira solo. E já tem vários artigos sobre esses assuntos rolando na nossa Biblioteca para Empreendedores! É só clicar aqui que você vai poder adentrar esse mundo e começar a planejar sua tão importante decisão de empreender.

Ah, não custa também indicar o site do Sebrae, que pode ser o seu melhor amigo se você não faz ideia de por onde começar. Além das dicas, eles têm vários cursos e palestras que podem ajudar a clarear sua mente.

296

Espaços de Coworking conhecidos
em São Paulo

Alterar região ↺

Experimente trazer a sua empresa para um ambiente
mais inspirador, ágil e flexível.

Conheça todos espaços em São Paulo Eu não estou em São Paulo ↺