Quanto tempo você consegue ficar offline?

Faça o teste no próximo final de semana, feriadão ou em suas férias: quantas horas você fica longe do celular?

Imagem Quanto tempo você consegue ficar offline?

São incontáveis e inegáveis os prós que as tecnologias nos trazem. Facilitar processos é um dos principais objetivos dos novos inventos, mas como bem sabemos, há sempre os dois lados da moeda. E quando o assunto envolve as tecnologias da comunicação, mais precisamente tudo o que está ligado à internet, um dos contras que cada vez mais preocupa é o fato de que não conseguimos mais separar os momentos conectados dos desconectados. Por aí, você sabe quanto tempo você consegue ficar offline?

Nos seus momentos de folga, você realmente fica longe do trabalho?

Tirar férias, pegar a estrada ou então um avião, ir para um lugar paradisíaco e descansar. Dia após dia sonhamos com isso, principalmente naqueles momentos de estresse e tensão no trabalho. Ao final de um longo período de desgaste, tudo o que mais desejamos são as sonhadas férias.

Mas nem todos conseguem se entregar plenamente ao momento de descanso. Quantas vezes você se pegou conferindo seus e-mails durante aquele feriadão na praia? E a ansiedade de pensar que você está fazendo falta na empresa quando você viaja nas férias?

Com a conexão com a internet dentro do nosso bolso, fica difícil nos mantermos longe dos compromissos, mas precisamos entender que pausas completas são necessárias. Mesmo durante o final de semana, você consegue se desligar ou já no domingo fica pensando o que precisa fazer durante a semana inteira? Veja bem, querer se organizar para a semana que virá não é um problema, mas ficar constantemente matutando sobre trabalho pode se tornar algo destrutivo.

Relaxar é o melhor que você pode fazer para o seu trabalho

Se você se preocupa tanto com seu trabalho, você precisa lembrar que relaxar nos momentos de folga não é  importante somente para você descansar, mas também para você voltar com mais gás quando retornar para sua rotina.

Os breaks são necessários para que não fiquemos trabalhando sempre no automático e para que a criatividade possa aflorar. Pense que os finais de semana são como micro férias. Você precisa sossegar e fazer coisas que te proporcionem prazer. Você precisa descansar o corpo e a mente.

ficar offline

Basta lembrar da lógica de quando as jornadas de trabalho foram delimitadas: ninguém consegue trabalhar tanto tempo sem descanso. Na época da Revolução Industrial o cansaço era quase que “apenas” físico. A exaustão incapacitava os trabalhadores e por isso os momentos de folga eram necessários. E, hoje, grande parte das jornadas envolvem o intelectual, que pode ser capaz de cansar tanto quanto trabalhos braçais.

Estudos já comprovam que o trabalho mental é fisicamente exaustivo, então é preciso saber quando parar. Você já teve a sensação, ao final de um dia atribulado, que precisava apenas fechar os olhos por alguns minutos?

Home office pode aumentar a sensação de ansiedade

A não desconexão só tende a piorar quando trabalhamos em casa. Isso porque fica um pouco mais difícil de estabelecer limites de expediente e momentos de lazer quando o escritório está dentro do nosso lar. Por isso que, mesmo o home office sendo uma opção aparentemente prática, ele pode, com o tempo, acabar se tornando um vilão na nossa rotina.

Quem trabalha por conta e faz os próprios horários tende a encontrar mais dificuldade de enxergar os limites entre ofício e vida pessoal.

Se, por algum motivo o profissional não conseguiu finalizar uma demanda, quando ele está no home office é natural o pensamento de “ah, posso fazer isso hoje à noite ou no final de semana”. E assim começa a nascer uma rotina cansativa e desgastante, quando a oportunidade do escritório em casa deveria ser libertadora.

Quando os limites se perdem, as demandas diárias do serviço podem acabar consumindo muito mais tempo, desestabilizando o profissional e causando ansiedade. É preciso constantemente analisar e rever se o formato de trabalho escolhido continua sendo mais benéfico do que prejudicial.

Nesses casos, intercalar o home office com o coworking, por exemplo, pode ser uma boa alternativa para retomar as rédeas da rotina.

E por aí, você ainda consegue manter uma relação saudável com o universo online? Você consegue deixar o trabalho no trabalho para ficar offline? Quanto tempo você é capaz de ficar sem navegar pela timeline das suas redes sociais?

221

Espaços de Coworking conhecidos
em São Paulo

Alterar região ↺

Experimente trazer a sua empresa para um ambiente
mais inspirador, ágil e flexível.

Conheça todos espaços em São Paulo Eu não estou em São Paulo ↺