Como exercitar a criatividade para ter uma vida mais leve?

Algumas práticas diárias podem deixar sua rotina muito mais feliz e criativa.

Imagem Como exercitar a criatividade para ter uma vida mais leve?

Lembro até hoje que, há muito tempo atrás, logo que entrei na faculdade de Comunicação Social eu tive uma disciplina de Criatividade. Na época, rebelde que era e estudante de Jornalismo, não vi muito sentido naquela matéria e até discuti algumas vezes com a professora ao longo do semestre afirmando que seria impossível aprender a ser criativo, que ou você nasce com esse “dom” ou você morre sem saber lidar com isso. Exercitar a criatividade parecia algo totalmente absurdo pra mim. 

Nem preciso dizer que o tempo me provou que eu estava enganada, certo? De nada adiantou a minha rebeldia pois, conforme fui desbravando novas áreas da minha carreira e acabei trabalhando em uma agência de Marketing Digital, percebi que o meio em que você está inserido – e otras cositas más – podem influenciar e muito na sua forma de exercitar a criatividade. 

Até hoje não sou uma pessoa naturalmente criativa, e creio que muito dessa característica se formou na minha infância. Mal podemos imaginar como as diferentes brincadeiras, desenhos animados, livros e gibis podem ser importantes para a formação da nossa personalidade e desenvoltura intelectual. O fato é que, na marra, uma vez inserida num mercado profissional que trabalha com ideias e insights, me vi obrigada a lapidar esse campo. 

Volte a olhar o mundo com seus olhos de criança

Essa é uma das tarefas que ajudam a estimular a criatividade e, portanto, uma forma mais leve de viver a vida. Eu sei que a sua rotina é supercorrida, que você mal consegue ler as notícias enquanto toma café da manhã, que assiste uma série da Netflix enquanto corre na esteira, mas que tal tentar, pelo menos de vez em quando, desacelerar para reviver o seu eu criança? 

exercitar a criatividade

De algumas leituras que já fiz sobre autoconhecimento e resgate da essência, é bem recorrente eu ver autores e mestres falando sobre a importância de voltar a praticar hábitos da infância e deixar a porta aberta para a sua criança interior extravasar a energia. 

Isso porque, quando a gente é criança, tirando o período da escola, tudo o que fazemos – ou pelo menos deveria ser assim – está voltado para as atividades que mais gostamos. Você adorava pintar aquarela ou tocar bateria quando era pequeno? Quando você pensa nisso você se alegra e sente saudades? Então por que você deixou isso sair da sua vida? 

É natural que, depois que ficamos adultos e cheios de tarefas, tenhamos que fazer escolhas e que os momentos de lazer acabem diminuindo ou mudando. Mas, se você está buscando uma conexão interior maior, talvez essa seja a hora de buscar lá no fundo do armário suas telas e suas tintas, sua coleção de gibis da Turma da Mônica ou seus jogos de videogame.  

E nada de usar a desculpa que não tem tempo! Tire duas horas do seu domingo para praticar um hobbie seu da infância e perceba como você vai se sentir depois. Eu tenho certeza que você vai começar a semana muito mais leve, feliz e inspirado. Vamos apostar? 

Exercitar a criatividade envolve deixar o novo entrar na sua vida

Depois de reviver hábitos antigos para reacender a sua criança interior, que tal deixar o novo fazer parte dos seus dias? Essas duas dicas parecem contraditórias, eu sei, mas, na verdade, elas se complementam. 

Se fizermos tudo igual sempre, não seremos capazes de notar a beleza que mora nos detalhes, e a monotonia vai adentrar nossas vidas para nos deixar chatos e pesados. Tudo bem o seu estilo preferido de filmes ser suspense, mas você mal imagina como um drama ou uma comédia podem te trazer novas formas de pensar que podem mudar algo dentro de você. 

A padronização dos pensamentos e ideias é o pior inimigo para quem quer deixar a criatividade florescer

A padronização dos pensamentos e ideias é o pior inimigo para quem quer deixar a criatividade florescer no dia a dia. Regras e técnicas prontas são sim necessárias, mas é a quebra de padrões e a saída da zona de conforto que irão te levar mais longe e fazer você enxergar o novo. 

As inspirações estão por todos os lados, mesmo que a sua rotina seja sempre a mesma. Coisas que parecem bobas, como mudar o trajeto que você faz todo dia para o trabalho, podem ser o gatilho para aquela ideia transformadora surgir na sua vida. 

 

Com um pouco de curiosidade e vontade de viver diferentes versões de você mesmo, aos poucos a curiosidade vai se tornar presente nos seus dias, deixando a sua vida bem mais leve.

 

Leia também:

211

Espaços de Coworking conhecidos
em São Paulo

Alterar região ↺

Experimente trazer a sua empresa para um ambiente
mais inspirador, ágil e flexível.

Conheça todos espaços em São Paulo Eu não estou em São Paulo ↺