Coworking para advogados: rompendo a barreira do tradicional

É possível aproveitar os espaços compartilhados para reinventar uma profissão tão tradicional?

Imagem Coworking para advogados: rompendo a barreira do tradicional

Quando se fala em espaços compartilhados, logo pensamos em ambientes e profissões superdescoladas e novas no mercado, e pouco se fala de nichos mais tradicionais. Por isso hoje o tema por aqui é coworking para advogados e como a carreira no ramo do Direito pode ganhar com essa experiência. 

Temos certeza que depois de conhecer a experiência de duas advogadas que optaram pelo coworking você vai repensar se o modelo que você trabalha hoje em dia é o mais adequado e criador de novas possibilidades.

Um lugar dinâmico para uma profissão dinâmica 

Algumas profissões criam uma certa imagem que, depois de muito tempo, fica difícil de mudar no imaginário de quem não conhece a fundo a área. Quando pensamos em advogados, automaticamente visualizamos homens e mulheres em seus terninhos carregando uma maleta na mão em uma postura totalmente séria e sóbria. 

A advocacia é uma profissão antiquada quanto à imagem do profissional e seu ambiente de trabalho. Contudo, é a profissão mais dinâmica que existe

Mas, no dia a dia, nem sempre é necessário manter essa estética que, inclusive, pode criar um distanciamento entre cliente e advogado. Segundo Thays Vallias, profissional da área que atua em São José dos Campos, ao mudar sua rotina para o Campus Girassol Coworking, sua relação com os clientes ficou muito mais próxima e saudável. “Aquela barreira gélida e intransponível entre a “Doutora e o Senhor (a)” se desfez, facilitando inclusive a relação interpessoal”, afirma ela. 

Além disso, Thays enfatiza como este é um campo dinâmico e precisa estar sempre em renovação. “A advocacia é uma profissão antiquada quanto à imagem do profissional e seu ambiente de trabalho. Contudo, é a profissão mais dinâmica que existe. Todos os dias inúmeras Leis, Portarias e Resoluções são aprovadas, e constantemente estamos nos atualizando”, resume ela. 

Após um período em home office, a advogada conta que foi no coworking que voltou a produzir de forma satisfatória, já que quando trabalhava em casa sentia que nunca entegava o resultado desejado.

Ela optou por um espaço compartilhado que também possui um ambiente voltado para crianças, assim consegue conciliar o trabalho e ficar perto da filha sem grandes preocupações. “Coworking é um conceito novo no Brasil, e é da natureza do ser humano ter receio daquilo que não conhece. Mas posso afirmar que agora minha eficiência desabrochou e minha casa voltou a ser minha ‘sala de descompressão’, com todos os atrativos para relaxar e revigorar minhas energias junto da minha família”, conta Thays. 

Reinventando os formatos tradicionais

É grande o número de bacharéis em Direito formados todos os anos nas universidades brasileiras. Mesmo tendo que enfrentar uma complicada prova da OAB para finalmente atuarem na área desejada, os advogados já entram no mercado de trabalho precisando de um diferencial para poderem se destacar. 

coworking para advogados

E romper com os padrões tradicionais e criar uma forma própria de atuação pode ser uma saída criativa. Daiana Torres, profissional recém formada, vê a sua integração no Germinar Coworking, em Santana do Livramento, como uma oportunidade de ampliar seus contatos para poder trabalhar cada vez mais independente. 

A advogada atualmente trabalha de forma remota, já que a empresa para qual presta serviços fica em uma cidade distante. “Eu trabalhava em um escritório em Porto Alegre, mas como queria voltar para minha cidade natal e o escritório concordou que eu trabalhasse à distância, comecei a frequentar o Germinar”, conta Daiana. 

Para a gaúcha, além do formato coworking ainda ser pouco conhecido pela grande maioria, em uma cidade de interior existe ainda mais resistência e um certo medo de abrir mão dos escritórios tradicionais. 

“Pra mim, como pessoa e como profissional, foi muito importante começar a trabalhar em um coworking. Acredito que se eu estivesse trabalhando em casa não estaria tão feliz como estou agora! As vantagens de estar vivenciando o dia a dia de um espaço compartilhado são maravilhosas. Poder trocar ideias e experiências com as demais pessoas que frequentam aquele ambiente é sensacional”, reconhece ela. 

 

É fato que a advocacia é uma área que ainda tem muito a crescer dentro dos espaços compartilhados. Você é advogado e ficou com vontade de ter essa experiência? Então procure aqui um coworking que satisfaça suas exigências e depois volte pra contar pra gente o que achou!

 

Leia também:

223

Espaços de Coworking conhecidos
em São Paulo

Alterar região ↺

Experimente trazer a sua empresa para um ambiente
mais inspirador, ágil e flexível.

Conheça todos espaços em São Paulo Eu não estou em São Paulo ↺