Coworking para arquitetos: inspiração diária para criar

Quando o coworking vai muito além da economia e do networking.

Imagem Coworking para arquitetos: inspiração diária para criar

Quando o assunto é coworking, é incrível a quantidade de pessoas envolvidas neste universo. Quem circula pelos espaços compartilhados bem sabe a incrível variedade de profissionais que escolheram essa forma inovadora de trabalho e a transformaram em um estilo de vida. A partir de hoje apresentaremos profissões que estão ganhando cada vez mais força nesse meio, e começaremos essa série falando da cultura coworking para arquitetos.

Estímulo da criatividade por todos os cantos

Para muitas profissões, o formato clássico de escritório das 8h30 às 18h30 já não faz sentido há tempos. Imagine então como essa rotina pode se tornar uma prisão se você trabalha com algo que exige inspiração todos os dias?

Ao conversarmos com a arquiteta Ana Caminha, da Arquipélago Design de Espaços, um dos principais pontos identificados pela profissional como um benefício de se trabalhar em coworking é o constante estímulo da criatividade, extremamente importante para essa área.

“Antes de ir para um coworking, eu imaginava que meu escritório seria em uma sala comercial de um prédio qualquer na zona sul do Rio. Depois dessa experiência, não consigo sequer imaginar ficar enfurnada numa sala que pouco estimula a criação, compartilhamento e criatividade. Uma das grandes vantagens do coworking é poder contar com uma área aberta e de convívio entre todos. Você não precisa necessariamente trabalhar na sua mesa, pode ir para o jardim, para a piscina… É maravilhoso!”, conta Ana.

coworking para arquitetos 2

A descoberta de novas possibilidades

O dinamismo da rotina e o contato com profissionais de diversas áreas é sempre um gás para os insights surgirem. Ao ampliar sua rede de contatos, muitas pessoas acabam por descobrir novos caminhos dentro da sua própria área. E foi exatamente isso que aconteceu com a Livia Ferraro, que acabou mudando seu modelo de negócio e criou uma cooperativa de arquitetos com a Ferraro Habitat.

“Lá no HAB WorkClub tem vários arquitetos, então ao invés de sermos concorrentes, nos tornamos parceiros. Pego mais trabalhos e projetos maiores hoje em dia, pois reunimos uma equipe e trabalhamos em conjunto”, explica Livia.

Além de expandir o formato de trabalho, há sempre a possibilidade de explorar campos que não pareciam tão óbvios anteriormente. Por conta do networking, novas possibilidades acabam surgindo e podem, muitas vezes, revolucionar o rumo da carreira de um profissional.

Para a Ana foi assim. “Conheci muita gente bacana, desenvolvi parcerias de trabalhos e ampliei minha área de atuação para o design gráfico e educação, já que agora ministro workshops de arquitetura. Em resumo, aprendi que a troca de experiências é algo imensurável e só um espaço fervente como um coworking pode oferecer”, acrescenta a arquiteta, que já trabalhou no The House e no Templo Botafogo, ambos no Rio de Janeiro.

O coworking precisa ser focado em arquitetos?

Não necessariamente! Hoje, no Brasil, já existem coworkings voltados para essa área de atuação, mas os espaços compartilhados mais abrangentes têm muito a acrescentar na carreira dos arquitetos. É justamente a interação com outras áreas inusitadas que pode proporcionar experiências e trocas significativas.

Desenvolvi habilidades de socialização e negociação devido a minha convivência em coworking

Para os arquitetos em início de carreira ou mesmo os que estão começando sua própria empresa, essa pode ser a oportunidade perfeita de aprender outros ensinamentos importantes na vida de um empreendedor.

“Desenvolvi habilidades de socialização e negociação devido a minha convivência em coworking”, conta Ana, que inicialmente buscou o espaço pela facilidade e ausência de burocracia, mas que acabou descobrindo um leque enorme de oportunidades e aprendizados.

No fim das contas, os benefícios como economia e networking são o incentivo inicial para os profissionais que buscam um espalho compartilhado, mas é a soma de todos os outros fatores que faz com que os arquitetos estejam tão satisfeitos com essa nova visão de trabalho.

Se você trabalha nessa área e está em busca de um espaço para viver e compartilhar experiências inovadoras, confira esse link aqui e procure o espaço mais próximo da sua casa e que mais se encaixe as suas necessidades!

 

Leia também: