Quem pode trabalhar em coworking?

Mas então, quais profissionais se adaptam melhor aos espaços compartilhados? Existem restrições?

Imagem Quem pode trabalhar em coworking?

Os espaços compartilhados ainda provocam algumas dúvidas e incertezas para quem não entende muito sobre esse formato de trabalho. Tudo bem, nós compreendemos que isso tudo ainda é muito novo. E por isso estamos sempre aqui para explicar o máximo possível sobre essa cultura. Inclusive para dar alguns exemplos de quem pode trabalhar em coworking.

Já faz um tempinho que nasceu por aqui a nossa série de posts contando as mais diferentes experiências de profissionais nos coworkings. Na época, nossa ideia era mostrar que os coworkings não são feitos apenas para profissionais criativos ou da tecnologia, como muita gente pensa que é.

Através de cases reais, acreditamos que fica mais fácil de transmitir um pouco do quão transformador um espaço compartilhado pode ser. Não é só um up na carreira, mas sim uma mudança superpositiva no estilo de vida de quem encara esse formato tão inovador de trabalho.

Coworking para arquitetos

Este foi o primeiro artigo da nossa série e teve um retorno superbacana. Hoje, um ano depois, já recebemos mensagens e comentários de diversos arquitetos que estão totalmente satisfeitos com a escolha de trabalhar em escritórios compartilhados.

Já existem alguns espaços voltados para arquitetos e engenheiros, mas os ambientes com outros tipos de profissionais podem ser muito benéficos para quem está em busca de mais networking e novas conexões.

Coworking para contadores

Falar sobre coworkings para profissionais da contabilidade parecia um desafio enorme quando a pauta surgiu. Mas, para nossa surpresa, apareceram histórias surpreendentes para dividirmos com nossos leitores. E o mais legal foi perceber que até mesmo as profissões mais tradicionais podem se beneficiar muito em um ambiente tão inovador e tecnológico como o coworking.

Coworking para profissionais de Marketing Digital

O nicho de Marketing Digital não para de crescer e se transformar. Com profissionais cada vez mais completos e que se viram muito bem sozinhos, tocando suas próprias empresas, o coworking acaba se tornando uma ótima alternativa para quem já cansou da solidão do home office.

Além disso, o ambiente compartilhado ajuda a inspirar e proporciona mais foco para a rotina. Afinal, quem trabalha com redes sociais e suas timelines infinitas às vezes pode acabar se perder um pouco nas demandas.

quem pode trabalhar em coworking

Coworking para advogados

Há quem não consiga imaginar um advogado trabalhando em um coworking. E, claro, não estamos aqui para generalizar e dizer que todos os profissionais do Direito irão se adaptar com esse lifestyle. Para alguns, talvez a dinâmica do escritório não seja tão interessante. Mas nós conversamos com alguns advogados que adoram seus coworkings e não trocam por nada! Então aproveita pra dar uma lida neste texto e manda para os amigos da área!

Coworking para psicólogos

Os espaços compartilhados têm se mostrado uma ótima alternativa para os psicólogos, principalmente os que estão começando na carreira. Dividir um escritório, que já possui uma estrutura pronta e gastos mais enxutos, é uma forma de poder atender os pacientes sem deixar o profissionalismo de lado. Sem contar no potencial das novas conexões, que podem inclusive ajudar a expandir os horizontes e os ideias de carreira.

Coworking para coaches

Os profissionais de coaching têm se mostrado cada vez mais presentes nos escritórios compartilhados. Bem como o coworking é um formato de trabalho relativamente novo, a profissão de coach também se firma no mercado e se mostra cada vez mais relevantes para pessoas e empresas que precisam se organizar.

O dinamismo da rotina compartilhada tem tudo a ver com o nicho, e o envolvimento humano diário é super construtivo para a carreira dos coaches.

Coworking para profissionais de TI

Sempre ligados nas tendências de mercado, os profissionais de TI foram, com certeza, uma boa parte dos primeiros adeptos dos escritórios compartilhados. Principalmente para os autônomos e pequenas empresas, não ter que se preocupar com a gestão de um escritório próprio é uma grande vantagem.

Os coworkings para eles também são uma forma de sair um pouco da rotina de códigos e problemas complexos. Tudo isso enquanto interagem com profissionais de outras áreas, expandindo seus horizontes.

Se você ainda tem dúvidas de quem pode trabalhar em coworking nós te respondemos de forma simples: todo mundo! Se você consegue exercer seu ofício utilizando ferramentas como um notebook e conexão de internet, é bem provável que os espaços compartilhados podem sim ser uma boa opção para a sua vida. Fique ligado que por aqui que sempre abordamos novas profissões que têm tudo a ver com o coworking. 😉

244

Espaços de Coworking conhecidos
em São Paulo

Alterar região ↺

Experimente trazer a sua empresa para um ambiente
mais inspirador, ágil e flexível.

Conheça todos espaços em São Paulo Eu não estou em São Paulo ↺